Blog

O que fazer em Buenos Aires – O Bairro do Abasto

O 06 Central Hostel te convida a conhecer nossa cidade e o que fazer em Buenos Aires. Se você está procurando um albergue próximo ao Mercado do Abasto, nós somos a melhor escolha!

O bairro do Abasto é a região mais “tanguera” da Balvanera. Nele moraram importantes figuras da música de Buenos Aires, por exemplo: o Aníbal Troilo, Osvaldo Pugliese e o cantor mais famoso e símbolo dos “porteños” (como se chamam os habitantes de Buenos Aires), Carlos Gardel.

Mapa-HostelAlbergue-ElAbasto-BuenosAires

1 Mercado do Abasto

Rua Corrientes 3200

O começo da história do mercado foi na década de 1980 quando se estabeleceu na região uma féria popular que vendia frutas, legumes e verduras. No ano 1934 se inaugurou o prédio atual; o mercado (o maior da cidade) permaneceu funcionando até 1984. No ano 1998 o mercado do Abasto abriu de novo como centro comercial (shopping mall).

Mercado-TangoHostelAlbergue-ElAbasto-BuenosAires

2 Bar El Progreso

Rua Anchorena 529

É hoje um dos poucos lugares ainda em pé, onde cantaram os grandes do tango, como o Carlos Gardel e a Tita Merello por exemplo. Parte do balcão que existe atualmente é aquele original da época.

3 Pasaje Carlos Gardel

Neste pequeno calçadão aos fins de semana você encontrará espetáculos de tango de rua e folclore argentino (zamba, chacarera e outras danças).

Barrio-TangoHostelAlbergue-ElAbasto-BuenosAires

4 Viejo Bar Chanta Cuatro – Esquina Carlos Gardel

Pasaje Carlos Gardel 3200

Neste lugar hoje funciona um restaurante e “tanguería” (chamado Esquina Carlos Gardel). Há anos, neste mesmo lugar funcionava o bar Chanta Cuatro, um dos mais típicos bares do bairro. Fundou-se em 1893 e foi um dos lugares onde o Carlos Gardel, junto com seus amigos, se reunia para comer, cantar até o amanhecer.

5 Morada de Luca Prodan

Rua Gallo 492

O músico italiano Luca Prodan (1953-1987) chegou à Argentina em 1981 e um ano mais tarde ele foi morar em Buenos Aires, onde ele montou a banda de rock argentino chamada Sumo. Esta banda foi uma das mais influentes da música argentina daquela época. Ele morou em um apartamento que tinha neste endereço (Calle Gallo 492) durante dois anos. Em uma das últimas músicas registradas por Sumo de título “Mañana en el Abasto” o cantor Luca Prodan, canta em homenagem ao bairro do Abasto.

6 Pasaje Zelaya

As paredes desta rua (“pasaje”) estão decoradas com retratos do Carlos Gardel, letras das suas músicas e partituras de alguns dos seus tangos mais famosos, como “Golondrina” e “Melodía de arrabal”. As pinturas são do artista Marino Santamarina.

Barrio-TangoHostelAlbergue-ElAbasto-BuenosAires (2)

7 Paseo del fileteado

Rua Jean Jaurès al 700

O “filete” ou “fileteado porteño” é uma forma de decoração de pinturas, desenvolvida em Buenos Aires junto com o começo do tango. O “fileteado porteño” vem de diferentes estilos eupropeus: da França, Alemanha, mas principalmente da Itália. O “fileteado” se utilizou primeiro para decorar os antigos carros puxados por cavalos e mais tarde na frente dos famosos colectivos de Buenos Aires (ônibus).

FileteadoPortenoTango-HostelAlbergue-ElAbasto-BuenosAires

8 Museu Casa Carlos Gardel

Rua Jean Jaurès 735

Em 1926, Carlos Gardel, comprou esta casa para morar nela junto com sua mãe Berta. O cantor morou aqui de 1927 a 1933, ano no qual viajou a Paris. O museu que leva o seu nome abriu em 2003. Diz-se Carlos Gardel que nasceu em Toulouse, na França, em 1890. Dois anos mais tarde viajou a Buenos Aires junto com sua mãe, Berthe Gardes. Criou-se nesta região, no Abasto, e foi daí que ele ganhou o apelido de “Morocho del Abasto”. Na década de 1910 ele começou a cantar músicas do interior e “milongas” (um estilo musical parecido com o tango) e anos mais tarde se tornou o pioneiro do tango cantado. Carlos Gardel é sem dúvida um dos maiores artistas populares que deu a Argentina a nível nacional como internacional. Ele morreu em um acidente aéreo e, Medellín, Colombia, em 1935.

CasaNatalCarlosGardelTango-HostelAlbergue-ElAbasto-BuenosAires

9 Casa natal de Aníbal Troilo

Rua Cabrera entre Rua Anchorena e Rua Agüero

O “bandoneonista” (o músico que toca o “bandoneón”) nasceu aqui no ano 1914. Pichuco (apelido do Aníbal Troilo) foi um músico precoce e debutou tocando quando tinha 12 anos em um cinema deste bairro do Abasto que fica só a 100 metros da casa natal dele. Aníbal Troilo foi um dos “tangueros” mais influentes, pela sua forma de tocar o “bandoneón” e pelas músicas que ele compunha. Escreveu melodias para mais de 60 tangos e a maior parte deles se tornaram clássicos.

Contate-nos Agora! E receba automaticamente nossos grandes benefícios: Pacotes de Hospedagem + Ofertas que te dá o Hostel 06 Central – Buenos Aires!

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Sua mensagem

captcha

Al usar este formulario accedes al almacenamiento y gestión de tus datos por parte de esta web.

MartinO que fazer em Buenos Aires – O Bairro do Abasto